A torta de nen vem sendo utilizada com resultados surpreendentes na pecuária. Adicionada ao sal mineral em uma proporção de 1kg a cada 100kg de sal mineral, tem sido muito eficiente no controle de ectoparasitos.

Em um determinado período após o início do tratamento com a torta, o princípio ativo passa a circular na corrente sanguínea dos animais, e parasitos que se alimentam do sangue passam a sofrer os efeitos negativos do nim em seu organismo (age na inibição alimenticia e na formação da quitina, sendo assim paralisa o desenvolvimento dos parasitas). Em torno de cinco dias após serem contaminados, os carrapatos (Boophilus microplus) começam a secar e acabam morrendo no corpo dos animais. As larvas de berne (Dermatobia hominis), ao se alimentarem dos tecidos contendo os princípios ativos do nim também se contaminam e dias depois acabam morrendo. A mosca-do-chifre (Hematobia irritans) é outro ectoparasito que também é facilmente controlado com a torta de nim. As larvas do referido inseto sugam o sangue contendo os princípios ativos do nim e morrem. O princípio ativo é ainda eliminado nas fezes dos animais e matando as larvas da mosca que faz a ovoposição no bolo fecal.

Normalmente os resultados começam a aparecer em torno de quinze a vinte dias após o início dos tratamentos .Quando se chega ao equilíbrio, os animais terão baixíssima infestação de ectoparasitos.

O controle de endoparasitos também é possível, porém a quantidade de torta de nim a ser ministrada tem que ser um pouco maior. Estrada & López (1998) verificaram que a torta de nim ministrada a bezerros (5 g/animal) tem mostrado bons resultados como vermífugo.

Além do controle de ectoparasitos, a torta de nim é uma fonte de proteína e minerais para o gado em função de conter em sua composição uma boa quantidade de nitrogênio 3,6 a 6,5%.

AJUDA A LIMPEZA DAS PASTAGENS!
NÃO ALTERA O GOSTO OU CHEIRO DO LEITE
SEM CARÊNCIA PARA O ABATE OU ORDENHA